Fux cede e recebe Fenajufe em meio a protestos em Brasília

postado em: CAMPANHA SALARIAL, NOTÍCIAS | 0

As vuvuzelas falaram mais alto e a pressão foi forte. O presidente do STF, Ministro Luiz Fux, voltou atrás na decisão de não falar com os manifestantes pela reposição salarial e outras pautas da categoria, mobilizados ao lado do Palácio do STF nesta quinta-feira, dia 30 de junho. Ele recebeu o Coordenador-Geral da Fenajufe, Fabiano dos Santos e o Diretor Jurídico do Sisejufe (RJ), Lucas Costa. O Presidente do Sindiquinze, Ivan Bagini, integrou a mobilização de dirigentes e servidores na capital federal esta semana.

Fux afirmou, categoricamente, que não existe acordo dos demais ministros do STF para encaminhamento do projeto de reposição salarial dos servidores.

Mais que nunca, é preciso aumentar a pressão sobre o conjunto de ministros do STF e intensificar a mobilização.

Acompanhe o informe:

E para quem ainda tem dúvidas sobre o poder da mobilização e o impacto dos atos, assista ao momento em que Fux, nitidamente incomodado – e rouco – avisa que está “usando um tom de voz mais alto por conta das vuvuzelas”. Elas, as vuvuzelas, mais uma vez, são as grandes aliadas da luta das servidoras e servidores. As imagens são da TV Justiça e a publicação, um extrato do Migalhas:

Os prazos para encaminhamento da recomposição salarial com efeito ainda em 2022 é 4 de julho. Já para haver a possibilidade de reajuste em 2023, esse prazo é 31 de agosto, quando os poderes encaminham as propostas orçamentárias ao Executivo. Mais que nunca, lutar e mobilizar!

Com informações da Fenajufe

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

545total visits,1visits today

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =