Diretora do Sindiquinze reúne-se com deputadas do DF pela derrubada do veto ao NS

A Diretora de Assessoria Jurídica do Sindiquinze e Coordenadora-Geral da Fenajufe, Sandra Cristina Dias, teve duas reuniões esta semana em busca de apoio para a derrubada do veto de Bolsonaro ao Nível Superior para Técnicos Judiciários (NS), o veto 51/2022 ao PL 3662/21.

Na terça-feira, a deputada federal Erika Kokay (PT-DF), reeleita para mais um mandato a partir de 2023, visitou a sede da Fenajufe e, além de Sandra, participaram da reunião as coordenadoras Lucena Pacheco e Soraia Marca e o coordenador Roberto Policarpo.

Kokay foi a deputada que apresentou as emendas construídas pela Fenajufe que tratavam da alteração do critério de escolaridade para ingresso na carreira de Técnico Judiciário.

Na quarta-feira, o encontro foi com a deputada Celina Leão (PP-DF), que foi a relatora do 3662/21, para a articulação de apoio à manutenção do NS na Lei nº 14.456 de 21/09/2022, originada do projeto de lei. Receptiva, a parlamentar se mostrou pronta a apoiar a manutenção do texto como foi relatado por ela e assim, votar pela derrubada do veto ao NS.

Esforço concentrado

A visita integra um conjunto de encontros da Fenajufe com parlamentares líderes de bancada, pelo convencimento à derrubada do veto 51, o veto de Bolsonaro ao NS. Os coordenadores mantiveram contato ainda com o senador Izalci (PP-DF) que relatou o projeto no Senado e também se colocou favorável à manutenção do texto aprovado, contendo a alteração do critério de escolaridade para ingresso na carreira de Técnico Judiciário.

No Senado foram mantidos contatos com os gabinetes de Simone Tebet (MDB-MS), Davi Alcolumbre (União-AP) e Álvaro Dias (Podemos-PR). Já na Câmara dos Deputados as conversas aconteceram com as assessorias de Benedita da Silva, Afonso Florence (BA), líder do PT no Congresso; do deputado Leonardo Monteiro (PT-MG) e do deputado José Guimarães (PT-CE).

Os vetos deverão ser analisados pelo Congresso Nacional em sessão conjunta. Após transcorridos 30 dias de tramitação dos vetos, estes passarão a trancar a pauta de deliberação do Plenário do Congresso.

Para que os vetos sejam derrubados, serão necessários pelo menos 257 votos contrários a eles na Câmara dos Deputados e 41 no Senado.

Com informações da Fenajufe

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

612total visits,1visits today

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =