Assembleia do Sindiquinze aprova nova paralisação e ato no dia 12 de abril por melhores condições de trabalho

postado em: NOTÍCIAS | 0

Os mais de 70 servidores do TRT-15 que atenderam à convocação do Sindiquinze e estiveram na Assembleia Geral Extraordinária realizada na última sexta-feira (31), aprovaram, com unanimidade, a realização de uma nova paralisação das atividade e ato no dia 12 de abril.

A mobilização irá abranger todos os servidores da Justiça do Trabalho da 15ª Região e tem o objetivo de reivindicar a reposição do quadro e melhores condições de trabalho no âmbito do tribunal.

Durante a assembleia, o presidente Ivan Bagini esclareceu sobre a atuação do sindicato junto ao Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) que, no início da atual gestão, reconheceu o déficit de servidores existente no âmbito do Regional.

Ainda de acordo com ele, as condições de trabalho e jornada dos secretários de audiência é outro tema que tem sido abordado com preocupação junto ao Comitê de Gestão de Pessoas do TRT. “O intervalo para refeição desses colegas não está sendo respeitado e a reestruturação que está sendo implementada impõe mais tarefas aos Secretários de Audiência”, explicou.

Para Ivan Bagini, a inclusão do problema relacionado aos secretários de audiência na pauta do Comitê do TRT-15 é resultado da movimentação organizada pelo Sindiquinze, “que teve seu início com a mobilização dos Oficiais de Justiça e que hoje conta com a participação de outros colegas, para que possamos entregar uma pauta para a Administração das reivindicações gerais da categoria que precisam ter uma solução mais do que imediata”, completou.

Após o tempo de falas, os servidores presentes na AGE virtual deliberaram pela aprovação da paralisação com ato na frente do TRT, em Campinas, além da elaboração de uma pauta de reivindicações que será encaminhada à Administração do Tribunal em prol da recomposição imediata do quadro e melhores condições de trabalho para os Oficiais de Justiça e Secretários de Audiência.

Entre os itens dessa pauta estão a publicação de um provimento específico que determine o limite de seis horas diárias para a jornada de trabalho, com intervalo de uma hora para refeição, aos Secretários de Audiência, além da revogação do Provimento GP-CR nº 05/2022 e da Ordem de Serviço nº 03/2023 que atingem os Oficiais de Justiça e não ao acréscimo de atribuições.

Colônia de Férias em Caraguatatuba

Outro item de pauta da Assembleia da sexta-feira (31) aprovado com unanimidade foi a alteração da nomenclatura da sede do Sindiquinze em Caraguatatuba para Colônia de Férias. Sobre o tema, o presidente Ivan Bagini esclareceu que, devido a uma mudança ocorrida anteriormente, a então “sede praia” do sindicato no litoral paulista estava vinculada ao CNPJ da sede em Campinas. “E isso tem gerado alguns problemas. Por isso é necessário que ratifiquemos para a alteração para Colônia de Férias em Caraguatatuba”.

Todos em Campinas no dia 12 de abril!

Diante da aprovação de nova paralisação dos trabalhos com ato pela imediata recomposição do quadro de servidores e melhores condições de trabalho aos Secretários de Audiência e Oficiais de Justiça, o Sindiquinze conclama todos os servidores da 15ª Região a integrarem esse movimento no dia 12 de abril.

Somente a união demonstrará a força da categoria na conquista dos pleitos! Junte-se a nós! Esteja em Campinas na quarta-feira (12/04) e participe da mobilização!

Por Caroline P. Colombo

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

514total visits,2visits today

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + três =