Sindiquinze convida categoria para ato “Se É Público É para Todos” amanhã no centro de Campinas

O Sindiquinze convida os servidores da Justiça do Trabalho da 15ª Região para o ato “SE É PUBLICO É PARA TODOS”, que acontecerá no próximo dia 17 de outubro, a partir das 17 horas, no Largo do Rosário, em Campinas. No evento, organizado pela subsede Campinas da Central Única do Trabalhadores (CUT), serão coletadas assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Campanha Nacional pela Anulação da Reforma Trabalhista.

O Governo Temer tem conduzido uma política neoliberal que retira direitos dos trabalhadores ao mesmo tempo em que entrega para a iniciativa privada bens fundamentais para a consolidação de um país desenvolvido. Estamos vendo uma prévia da falência total do Estado. A política que estamos presenciando hoje está levando o País ao abismo. E a sua participação é muito importante para impedir que isso ocorra.

ASSEMBLEIA

O Sindiquinze também convoca uma Assembleia Geral Extraordinária na sede e nas subsedes, na próxima quinta-feira, dia 19 de outubro, das 10h às 13h, para discussão e votação sobre a paralisação do expediente no dia 27 de outubro pela valorização do serviço público e dos servidores públicos.

O Sindiquinze conclama todos os servidores e servidoras a juntarem-se à luta contra a maior retirada de direitos da história. Além da PEC do Teto de Gastos, da terceirização irrestrita e da “reforma” trabalhista, está tramitando a passos largos o mais novo ataque do Governo Temer, agora diretamente contra os servidores: o PLS 116/17, que prevê demissão de servidor público efetivo por insuficiência de desempenho, já foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania (CCJ) do Senado e passará em outras três comissões, antes de ir a plenário. Caso seja aprovado, estará aberta a porta para perseguições no serviço público.

Por isso, é realmente muito importante a participação de cada servidor e servidora. NÃO SEJA OMISSO. REAJA ENQUANTO AINDA É TEMPO! 

15 3visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =