Oficiais de Justiça participam de curso sobre a Lei Geral de Proteção de Dados oferecido pelo Núcleo do Sindiquinze

Mais de 65 Oficiais de Justiça associados ao Sindiquinze e à Associação dos Oficiais de Justiça do TRT da 2ª Região (Aojustra) participaram, na tarde desta terça-feira (02), do curso sobre os Impactos da Lei Geral de Proteção de Dados nas Atividades dos Oficiais de Justiça do TRT-15.

Além dos filiados às entidades, representantes da Federação Nacional das Associações dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais – Fenassojaf, do Sisejufe/RJ e da Assojaf-15 integraram o grupo.

A juíza da Vara do Trabalho de José Bonifácio, Ana Paula Silva Campos Miskulin também esteve presente e prestigiou a qualificação virtual proporcionada através do Núcleo dos Oficiais de Justiça do Sindiquinze.

Entre 14h e 17h, o professor e Oficial do TRT da 15ª Região Marlon Marcelo Murari abordou os principais conceitos da Lei nº 13709/2018 e os impactos nas atividades dos Oficiais de Justiça.

Na abertura, o presidente Ivan Bagini agradeceu o interesse dos Oficiais de Justiça associados e demais entidades parceiras e destacou o pioneirismo do Sindiquinze no debate sobre o tema. “Este é um evento em que o Sindiquinze, através do Núcleo dos Oficiais, sai na frente para a análise da Lei de Proteção de Dados”.

A coordenadora do Núcleo Fernanda Torres chamou a atenção para a importância da aquisição de conhecimentos sobre a aplicabilidade da LGPD no dia a dia do oficialato e reforçou os agradecimentos a todos os inscritos, bem como ao instrutor Marlon Murari.

“A partir da posse desta coordenação, nós já procuramos a diretoria do sindicato que prontamente nos atendeu para que o curso fosse colocado em prática”, disse.

Murari destacou a presença da magistrada de José Bonifácio e a valorização dada aos Oficiais de Justiça na concessão do curso. “Realmente esta é uma iniciativa pioneira do Sindiquinze”, frisou.

O curso aconteceu pela plataforma Zoom com carga horária de 3h/aula. O Núcleo dos Oficiais de Justiça informa que emitirá certificado para averbação das horas para o Adicional de Qualificação junto aos tribunais.

Por Caroline P. Colombo

24 1visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =