TODO APOIO AOS PROFESSORES!

postado em: NOTÍCIAS | 0

O Sindiquinze se solidariza e se coloca ao lado dos professores particulares e públicos, municipais e estaduais. No pior momento da pandemia, com pessoas morrendo em filas de UTI, sendo submetidas a intubação sem medicação, quando o COVID 19 vitima pessoas cada vez mais jovens, não é hora de retorno às aulas presenciais. Não à toa a Apoesp obteve sentença favorável à suspensão das aulas presenciais nas fases vermelha e laranja, decisão que, infelizmente, está sendo ignorada por alguns governantes e desconsiderada no âmbito da iniciativa privada. O retorno forçado aos professores só demonstra o descompasso dos nossos governantes com a realidade do país.

Quem tem algum professor próximo, amigo ou familiar, sabe que as aulas remotas impõem a eles uma carga de trabalho e stress muito maior do que as aulas presenciais; e que a preferência geral dos professores é pela modalidade presencial. Por isso repudiamos as insinuações de políticos como o deputado Ricardo Barros quanto à vontade de trabalho dos professores. Nenhum trabalhador deveria ser sujeito a risco de vida para ganhar seu pão. O Sindiquinze, desde o início da pandemia, tem lutado por condições seguras de trabalho dos trabalhadores do TRT15 e esta luta, evidentemente, se estende a todos os trabalhadores, especialmente aos professores, que são responsáveis pelo futuro do país. Que futuro teremos quando o direito mais básico, que é o direito à vida de professores e alunos, está sendo desrespeitado?

Nesse contexto, deve ser veementemente repudiada a recente aprovação pela Câmara do PL 5595/2020, que proíbe a suspensão de aulas presenciais durante pandemias e calamidades públicas. Essa proibição está sendo justificada pelo caráter essencial da atividade de educação, que não se questiona, mas na verdade a referida lei não tem qualquer norma de proteção à atividade dita essencial, mas somente a proibição de suspensão de aulas presenciais. Tanto que os deputados que defenderam esse projeto de lei são os mesmos que foram contra as verbas do Fundeb e têm histórico de atuação contra a educação pública.

O Sindiquinze convoca seus associados a se juntarem à causa dos professores, pois a defesa da educação não pode ser uma bandeira vazia. É triste termos que lembrar que a vida humana deve ser protegida como nosso bem maior. Estejamos ao lado dos professores neste momento.

73 1visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 9 =