Sessão da CCJ que analisaria relatório da Reforma Administrativa é adiada para a próxima segunda-feira

postado em: NOTÍCIAS | 0

Categoria ganha tempo para maior mobilização na defesa do serviço público

Os servidores ganharam mais tempo para intensificar a mobilização na defesa do serviço público e contra a Reforma Administrativa. Isso porque a sessão da Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara, marcada para esta quinta-feira (20), que debateria o relatório apresentado pelo deputado Darci de Matos, foi cancelada.

Segundo informações, a reunião para a análise do parecer pela admissibilidade da PEC 32 acontece na próxima segunda-feira (24), com votação marcada para a terça.

Conforme já divulgado, o texto apresentado por Matos retira direitos da categoria como alterações na estabilidade, além da possibilidade de contratação de trabalhadores da iniciativa privada que, sem vínculo por concurso público, poderão ocupar cargos de confiança e assessoramento.

Diante da prorrogação da análise, o Sindiquinze reforça a urgência da ação a ser desempenhada junto aos parlamentares da CCJ para que votem contra a Reforma Administrativa e a favor do serviço público idôneo e de qualidade para o cidadão.

O sindicato da 15ª Região está empenhado em diversas frentes, entre elas através do hotsite https://www.reformaadministrativanao.org.br/ e o novo projeto Brigada Digital que, em parceria com a Associação dos Oficiais de Justiça do TRT-2 (Aojustra), visa ampliar a atuação e o engajamento de todos os servidores no estado de São Paulo.

“O cancelamento desta quinta-feira nos dá mais dias para ampliarmos a nossa mobilização de convencimento dos deputados contra a Reforma Administrativa. Não podemos permitir o desmonte do serviço público”, finaliza o presidente Ivan Bagini.

Por Caroline P. Colombo

20 2visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 9 =