NOTA DE REPÚDIO

postado em: NOTÍCIAS | 0

O Sindiquinze repudia veementemente os ataques a tiros contra o Acampamento Marielle Vive, do MST, em Valinhos. Em menos de 24 horas o local foi alvo de dois ataques neste domingo, dia 10 de abril. Um homem armado rondando a região com seu carro, desferiu tiros contra a portaria do acampamento. Dois moradores responsáveis pela segurança estavam no local e não foram atingidos.

O autor dos ataques foi um homem que estava em um Volkswagen T-Cross com a placa coberta. O veículo passou quatro vezes em frente à entrada do acampamento. O sindicato defende ampla investigação para que o criminoso seja identificado e responda pelo crime que cometeu.

O Sindiquinze reafirma todo o apoio e solidariedade ao Acampamento Marielle Vive e rechaça qualquer tipo de ação violenta contra as famílias que ali residem, contra os trabalhadores e os movimentos sociais.

Por que apoiamos o Acampamento Marielle Vive – MST

Nas visitas que fizemos ao Acampamento Marielle Vive, em Valinhos-SP, a frase mais dita foi: “se todos viessem conhecer este trabalho, não haveria tanto preconceito ou animosidade contra as pessoas do MST”.

O lugar tem muitas “faltas”, faltam asfalto, água, energia, recursos de maneira geral. Mas essas faltas, velhas conhecidas dos acampados, são compensadas por organização, espírito coletivo, solidariedade, esperança em um futuro melhor, coragem de tomar as rédeas de seu próprio destino. O acampamento é dividido em setores, quadras, cada qual com sua representação, e todos os moradores dessas quadras se revezam nas diversas atividades conduzidas pelo grupo: cozinha, saúde, almoxarifado, educação, esporte, cultura, infraestrutura e produção. Aí já se percebe a diferença entre o acampamento Marielle e qualquer outro lugar: é uma vivência democrática na qual cada pessoa, por mais despossuída que seja (muitos até já viveram em situação de rua), tem uma função, um papel, na construção de um futuro coletivo.

Ali percebemos como nossa ajuda era importante e como era possível a transformação de pessoas vulneráveis em agentes do próprio destino e de um mundo melhor para todos nós.

Sim, melhor para todos. Porque os assentamentos do MST produzem boa parte dos alimentos que chegam à nossa mesa e há décadas utilizam práticas para a preservação do meio ambiente e da saúde dos trabalhadores e dos consumidores. Os assentamentos empregam cinco vezes mais do que o agronegócio; e o modelo de agroflorestamento “planta água”, ou seja, substitui terrenos esgotados e empobrecidos por ecossistemas capazes de reter água no solo. Em pleno aquecimento global, isso significa muito. Quem não acredita, basta ver as fotos do terreno ocupado pelo acampamento Marielle, no início da ocupação e três anos depois: em pouquíssimo tempo (e sem fornecimento de água!) o local se tornou mais verde.

O terreno ocupado estava improdutivo, sem qualquer tipo de atividade, há mais de vinte anos, apenas aguardando o momento em que a especulação imobiliária tornaria mais vantajosa a criação de mais um condomínio na cidade de Valinhos (que já tem uma infinidade deles, alguns do mesmo proprietário da fazenda ocupada). Com a ocupação Marielle Vive, aproximadamente 500 famílias lutam para buscar neste mesmo terreno o seu sustento, plantando alimentos sem agrotóxicos, que irão empregar pessoas e abastecer a região. Que tipo de futuro queremos para nossas cidades? Mais um empreendimento imobiliário ou uma comunidade agroecológica que irá emancipar famílias trabalhadoras?

O acampamento Marielle tem muitos trabalhadores assalariados que, apesar de trabalharem de sol a sol, não conseguem condições mínimas de moradia e sustento e buscam, agora, retornar ao campo para alcançarem uma vida digna para suas famílias. A liberdade da terra, deste pequeno pedaço de terra, tem a capacidade de emancipar trabalhadores que estavam vivendo condições miseráveis nas cidades e, além disso, garantir a nossa segurança alimentar e a recuperação do meio ambiente. É por isso que se diz que a liberdade da terra é assunto de todos (e isso nos inclui).

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

394 1visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 5 =