Conheça a Missão Vida, que acolhe moradores de rua em São José do Rio Preto

postado em: NOTÍCIAS, SOLIDARIEDADE | 0

O Núcleo de Solidariedade do Sindiquinze colabora com diversas entidades assistenciais do Estado de São Paulo e uma delas, a Missão Vida, de São José do Rio Preto, desenvolve um trabalho muito especial: oferecer a pessoas em situação de rua ou de risco social a oportunidade de reinserção social. Desde 2019, a instituição acolhe moradores de rua de Rio Preto e região, firmada nos princípios cristãos e de dignidade humana.

O coordenador da unidade é o pastor Gercival Alves Luiz, 47 anos, da Igreja Presbiteriana do Brasil. Ele conta que a Missão Vida é um projeto que foi criado em 1983 pelo Reverendo Wildo dos Anjos, em Anápolis-GO. Hoje o projeto está espalhado por todo o Brasil com unidades também em Cocalzinho-GO, Brasília-DF, Uberlândia-MG, Camaçari-BA, Governador Valadares-MG, Duque de Caxias-RJ, Rolândia-PR, Londrina-PR, Princesa Isabel-PB e João Pessoa-PB.

Quem conheceu o trabalho e indicou como destinatário de doações do núcleo foi a Diretora de Administração do Sindiquinze, Maria Martha Lima dos Santos. No fim do mês passado, diretores do sindicato e integrantes do núcleo estiveram em Rio perto para conhecer o projeto. “Nossa visita à Missão Vida foi inspiradora. Ficamos impressionados com o capricho e organização do lugar, com a paz que o local emana. Esse cuidado aparentemente pequeno pode mudar as vidas de pessoas que estão esquecidas pela sociedade. Além do Pastor Gercival e sua esposa, conversamos também com o “obreiro” Fernando, que esteve em situação de rua por seis anos e hoje cursa uma faculdade e ajuda quem precisa. É bonito ver como a atividade de solidariedade agrega pessoas de diferentes origens e formações. Embora o projeto tenha sido criado por um pastor presbiteriano, ele acolhe pessoas sem discriminação de fé e é apoiado por uma comunidade que também vem de outras religiões, como o Pastor Juliano, da Igreja Batista, que nos acompanhou na visita. Estamos felizes em poder contribuir com um projeto tão relevante e raro em nosso país”, afirma a Diretora de Imprensa e Comunicação do Sindiquinze, Daniela Villas Boas Westfahl.

Além dela e da Diretora Martha, participaram da visita o Presidente Ivan Bagini, a Diretora Jurídica, Sandra Cristina Dias, a servidora Ana Bonardo e o assessor parlamentar Alexandre Marques.

Resgate e reinserção

Em Rio Preto, o Centro de Triagem, Recuperação e Reintegração da Missão Vida foi iniciado com a doação do terreno e dos recursos para a obra do prédio, feitos por um frequentador da denominação religiosa. Na primeira etapa, havia acomodações para 32 pessoas. Atualmente, a entidade tem capacidade para 64 acolhidos, que recebem 5 refeições diárias e têm uma rotina de atividades. Os atendidos fazem a limpeza diária do ambiente, cuidam da horta, assistem palestras, recebem aconselhamento profissional, fazem aula de Jiu Jitsu, canto e são acompanhados em consultas médicas e a psicoterapeutas.

Gercival conta que, além dos encaminhamentos dos órgãos públicos, é na distribuição de sopa nas ruas que a entidade seleciona os assistidos. “Encontramos muitos homens em situação de rua, e quando distribuímos sopa, perguntamos quem quer mudar de vida e voltar ao convívio social. Falamos sobre o projeto e oferecemos o suporte necessário para sair da rua. Outros nos procuram diretamente querendo ajuda, por estarem cansados da vida na rua”, afirma o pastor.

Para ele, trabalhar na Missão Vida é muito gratificante, porque ver uma vida restaurada não tem preço. “Acompanhar estas pessoas caminhando, trabalhando, reinseridas na sociedade, é muito especial. Deus ama todas as pessoas e estas, em determinado momento, não soube lidar com os problemas da vida e foram parar nas ruas, com problemas de alcoolismo e consumo de drogas. Nossa missão aqui é estender a mão, resgatá-las e dar dignidade a estas pessoas”, explica Gercival.

Quem puder ajudar o projeto é sempre muito bem-vindo. “Ninguém faz nada sozinho. Tudo que a MV construiu até hoje foi graças a parceiros, pessoas que solidarizam com aqueles que estão nas ruas, ajudando a restaurar a dignidade dessas pessoas. Por isso, desde já, a minha gratidão por vocês que têm contribuído a resgatar aqueles que estão nas ruas”, agradece o coordenador.

Durante a visita dos integrantes do Núcleo de Solidariedade do Sindiquinze, notou-se que a biblioteca da entidade está bem desfalcada. “Quem quiser contribuir pode enviar livros ao Sindiquinze que nós encaminhamos para a Missão Vida”, completa a Diretora Daniela.

Para saber mais sobre o projeto e como doar para a Missão Vida entre em contato pelo telefone (17) 98163-0127 ou pelo WhatsApp (17) 98197-2978.

Por Antonio Pecht. Jr. 

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

610 1visualizações hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 5 =