Reunião aborda as condições de trabalho dos conciliadores e mediadores do TRT-15

postado em: NOTÍCIAS | 0

O Sindiquinze realizou, na noite da última quinta-feira (13), uma reunião com os conciliadores e mediadores do TRT-15. O principal tema debatido entre os participantes foi a falta de Funções Comissionadas (FCs) para os servidores que exercem o trabalho.

Os presentes debateram, ainda, as dificuldades e metas de índices de acordos impostas aos Cejuscs, bem como, destacaram o Ato CSJT.GP.SG nº 141/2020 que, entre outros itens, indica as atribuições dos mediadores e conciliadores.

Durante as mais de duas horas de reunião, os mediadores e conciliadores abordaram a quantidade de adoecimento entre a categoria, diante das metas que precisam ser cumpridas e a falta de servidores interessados para a função.

“O ser humano não é uma máquina, não importa se tem FC ou não. É impossível estabelecer metas para índices de acordos, pois o acordo não depende do mediador ou conciliador, mas sim as partes envolvidas”, apontou o presidente do Sindiquinze Ivan Bagini.

No encerramento, o assessor parlamentar do sindicato Alexandre Marques explicou que o déficit de servidores prejudica a criação das FCs no Tribunal. De acordo com ele, o Sindiquinze tem trabalhado para fazer com que a Resolução 296 não seja implementada na 15ª Região até que o déficit de mais de 1.600 servidores seja suprido.

Na avaliação dos participantes, esses encontros promovidos pelo sindicato são fundamentais para a troca de experiências e o debate sobre as condições de trabalho de toda a categoria.

Por Caroline P. Colombo

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

348total visits,1visits today

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 14 =