Sindiquinze participa de reunião do Movimento a Serviço do Brasil para continuidade da campanha nacional contra a Reforma Administrativa

postado em: NOTÍCIAS, ÚLTIMAS NOTÍCIAS | 0

O Sindiquinze, representado pelo presidente Ivan Bagini, pela diretora de imprensa e comunicação Daniela Villas Boas Westfahl e pelo assessor parlamentar Alexandre Marques, participou, na tarde desta quinta-feira (21), de uma reunião convocada pelo Movimento a Serviço do Brasil que debateu a continuidade da campanha nacional contra a Reforma Administrativa.

Além do sindicato da 15ª Região, a Fenajufe e representantes de entidades relacionadas ao serviço público também atenderam ao chamado para a videoconferência. Na oportunidade, a coordenadora da Federação Lucena Pacheco apresentou um balanço dos resultados da campanha de mídia nacional lançada no mês de outubro de 2020 e avaliou como positivo o saldo obtido junto aos meios de comunicação no combate à PEC 32/2020.

Os participantes ponderaram a importância da manutenção da campanha, cujo objetivo é dar visibilidade ao desmonte do serviço público proposto pela Reforma e outras matérias que tramitam no Congresso Nacional.

Durante a participação, o assessor parlamentar do Sindiquinze fez um breve histórico da PEC 32 e falou sobre as eleições da Mesa Diretora da Câmara e Senado, marcadas para o próximo dia 1º de fevereiro. Segundo Alexandre Marques, “a indicação dos novos dirigentes das Casas Legislativas será ponto essencial para que as entidades possam traçar estratégias de atuação para barrar as propostas que afetam diretamente o serviço público”.

A diretora Daniela Westfahl reforça que o sindicato está integrado às ações de combate à desvalorização da categoria e trabalha, em conjunto com a Fenajufe e demais representações, para barrar os ataques ao serviço público que deverão se intensificar neste ano.

“O Sindiquinze faz parte do Movimento a Serviço do Brasil e se mantém ativo pelos servidores”, completa a dirigente.

Para o presidente Ivan Bagini é de fundamental importância não deixar a campanha parar! “Mais do que nunca, a sociedade deve reconhecer a importância do serviço, principalmente nesses momentos tão difíceis”, finaliza.

Por Caroline P. Colombo

20 1visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 7 =