11º Congrejufe começa com poemas de Cora Coralina e homenageia vítimas de Covid-19

postado em: NOTÍCIAS | 0

O 11º Congrejufe teve início na noite desta quarta-feira (27) em Alexânia/GO em formato híbrido ainda devido ao período recente da pandemia

Na abertura, a coordenadora da Fenajufe Lucena Pacheco e os coordenadores Engelberg Belém, Fabiano dos Santos e Leopoldo de Lima responsáveis pela organização do Congrejufe deram as “boas-vindas” aos congressistas.

Além deles, compuseram a mesa do evento Ana Paula Cusinato representando a Central Únicas dos Trabalhadores (CUT), o coordenador geral da Fenajufe e tesoureiro do Sindiquinze José Aristéia Pereira, Marcos Santos dirigente do Sindjuf/PB representando a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) e o presidente do Sinjufego (sindicato anfitrião) João Batista Vieira.

A representação do Coordenadora do Cone Sul, ficou a cargo dos hermanos da Federacíon Judicial da Argentina (FJA) Jorge Eduardo Soleto e Pablo Elizaldi Trinidad da Asociacion de Funcionários Judiciales del Uruguay.

Para reverenciar o estado de Goiás, um vídeo sobre os costumes e principais pontos turísticos foi apresentado. Em seguida, Lucena Pacheco e Maria Helena do Sintrajud/SP recitaram poemas de Cora Coralina. A poetisa é o principal nome do gênero no estado. Logo após, as homenagens póstumas emocionaram os presentes.

As manifestações dos dirigentes foram de luta e unidade. Fabiano dos Santos falou pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).O também coordenador geral da Fenajufe reafirmou que a unidade das categorias foi determinante para frear o avanço da reforma administrativa (PEC 32), em 2021.

Fabiano, disse ainda que é tarefa do Congrejufe intensificar o processo de combate às políticas econômicas de Guedes e Bolsonaro. “É nosso desafio sair desse Congrejufe com um plano de lutas que inclua greve geral no funcionalismo”.

O representante da Argentina, pontuou a “importância da luta sindical no combate as políticas econômicas que retiram os direitos das minorias”. Na mesma linha, Plabo Elizaldi do Uruguay registrou o apoio dado aos movimentos populares do País voltados para população mais vulnerabilizada com a pandemia de Covid-19, principalmente amparo às mulheres periféricas.

O diretor José Aristéia discorreu sobre o trabalho rigoroso da gestão da Fenajufe diante dos desafios enfrentados no período de pandemia. Zé Aristéia ressaltou o trabalho frente ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Fórum de Carreira e as campanhas desenvolvidas pela valorização dos servidores públicos.

Para ele é fundamental a união com todos os segmentos do funcionalismo e classe trabalhadora para ir às ruas e “disputar o projeto político do País e construir unidade para o enfrentamento ao próximo período.”

Ao todo, 366 delegadas e delegados participam do maior evento dos servidores públicos do PJU e MPU e irão debater, até o próximo domingo (1º), os rumos das principais demandas da categoria. Desses, 86 acompanham o Congrejufe de forma virtual.

O Sindiquinze está em Alexânia representado pelos delegados Ivan Bagini, José Aristéia Pereira, Maria Sônia Faria, Marcelo Amorim de Menezes, Daniela Villas Boas Westfahl, Sandra Cristina Dias, Rosa Maria Costa Delfino, Sidney Vieira Bento, Ana Maria Pereira da Silva Bonardo, Maria Aparecida Martins Carletto, Thiago dos Reis Martins, Valdir Bezerra de Lima, Susana Haydee Flores Cucatti, Inerita Rosa Alcantara, Paulo Fernando Furlan, Vagner Oscar de Oliveira, Andrea Azevedo, Alessandro Damião Santos, Sandra Dominiquini Medeiros, Lourdes Conceição de Almeida, Mareide de Oliveira Santos, Orlando Roque de Oliveira Filho, Caio Cesar Daltro Graciani, João Paulo Zambom, André Luis Liberman, Luiz Cláudio Almeida Santos, Alexandre Luis Grespan Cereja, Lucia Miyako Nomura, Rossana Helal, Luís Fabiano da Silva, Rodrigo Fontenelli B. Coutinho, Susinei do Socorro Fetti Farina, Ronaldo Mazi, Bruno José Zioli, Luiz Antonio Sferra, Ana Cláudia Miranda Ayres, Aurélia Beltrão e José Ricardo Araújo.

Os observadores são Andrea Thomé Alves, Rita de Cássia Alves, Renato Fernandes de Oliveira, Paulo Cesar Barbosa, Márcia Marcondes Terra e Maria Andrade Cavalcanti.

Por Caroline P. Colombo com a Fenajufe

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

68 1visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 16 =