CTASP aprova realização de audiência pública para debater recomposição salarial para os servidores

postado em: NOTÍCIAS | 0

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) aprovou, nesta quarta-feira (04), dois requerimentos para a realização de audiência pública que irá debater a recomposição salarial para os servidores públicos federais. Os pedidos foram apresentados pelos deputados Paulo Ramos (PDT/RJ) e Rogério Correia (PT/MG), coordenadores da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público. A data da audiência ainda será divulgada.

Entre os convidados solicitados estão o Fórum das Entidades Nacionais de Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas do Estado (Fonacate). Além disso, os parlamentares solicitam a presença do ministro da Economia Paulo Guedes ou representante.

O pedido de audiência é um encaminhamento da reunião estratégica que aconteceu no gabinete da Liderança da Minoria na Câmara dos Deputados no dia 26 de abril.

Pressionado pela mobilização das entidades — incluindo algumas categorias que já estão em greve — o governo anunciou uma recomposição de 5% aos servidores federais a partir de julho. A categoria segue mobilizada e reivindica reajuste de 19,99% referente às perdas acumuladas apenas no governo Bolsonaro.

Além da audiência na CTASP, os as entidades definiram por reiterar o pedido de reunião com o presidente Arthur Lira; criar uma Comissão geral para discutir a recomposição; fazer reuniões quinzenais ou mensais na Liderança da Minoria; articular para que o (PLP) 45/2022 (que prevê punição aos servidores grevistas) seja relatado pela oposição; e ato no Auditório Nereu Ramos, na Câmara, em defesa do serviço.

Fonte/ foto ilustração: Fenajufe

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

462 1visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 4 =