Assembleia nesta quinta-feira delibera sobre paralisação no dia 8 de março

postado em: NOTÍCIAS | 1

O Sindiquinze realiza nesta quinta-feira (02), Assembleia Geral Extraordinária virtual para deliberação de um dia de paralisação em 8 de março contra o Provimento GP-CR 05/2022 e a Ordem de Serviço CR 03/2023 do TRT-15.

Os normativos referem-se à regionalização e criação de novas centrais de mandados na 15ª Região, diferenciam os mandados urgentes e prioritários, além de atribuir pesos às diligências feitas pelos Oficiais de Justiça, conforme critérios pré-estabelecidos pelo Regional.

A Ordem de Serviço, ainda obriga os Oficiais a preencherem um formulário via Google Forms composto por nove páginas com relatórios sobre o cumprimento dos mandados.

Outra demanda que será defendida na paralisação da próxima quarta-feira é a imediata reposição do quadro de Oficiais de Justiça no Tribunal da 15ª Região.

A assembleia acontece nesta quinta, às 19h (primeira chamada) e 19h30 (segunda chamada), via plataforma Zoom. Todos os servidores da Justiça do Trabalho da 15ª Região podem participar da deliberação.

Para ter acesso à sala virtual da assembleia e receber o link do Zoom clique AQUI.

Confira AQUI o Provimento GP-CR 05/2022 e AQUI a Ordem de Serviço CR 03/2023.

O Edital de Convocação da Assembleia foi publicado em 24 de fevereiro e pode ser acessado AQUI.

O Sindiquinze conclama todos os servidores do TRT-15 à participação nesta importante deliberação!

Por Caroline P. Colombo

Baixe agora o aplicativo SINDIQUINZE para celulares Android e IOS!
Veja como é simples e rápido ter todas as notícias, serviços prestados e benefícios oferecidos pelo sindicato, em um só lugar!
Aproveite e também atualize seu cadastro pelo APP!

 

1487total visits,1visits today

  1. Fátima Milanesi

    Bom dia.
    Além da questão dos oficiais de justiça, existe necessidade de que o Sindicato questione e pressione o TRT sobre a RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 020/2022 do E. TRT da 15ª Região, especialmente em relação à obrigação de PLANTÃO PRESENCIAL DE FUNCIONÁRIOS E OFICIAIS NAS SEDES DAS CIRCUNSCRIÇÕES EM FINS DE SEMANA E FERIADOS.
    Se é obrigatório que haja plantão presencial em plena era do PJE e possibilidade de trabalho à distância, PODERIA, POR EXEMPLO, SER OFERECIDA A CHANCE DE QUEM SE INTERESSAR EM FAZER PLANTÃO EM TROCA DE FOLGAS, e não obrigar a todos e ainda fazer escala de plantão por sorteio!
    Há a questão econômica a ser analisada, porque no interior as jurisdições são extensas, e há gastos de carro, combustível, pedágios, alimentação fora de casa, etc, etc,.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =